Porto, Mon Amour e os bilhetes de postal

Esta quarta-feira dia 18 tive o prazer de assistir a uma masterclass algo ad-hoc com a equipa de realização e produção do filme Porto, Mon Amour de Gabe Klinger, filmado no Porto e com Anton Yelchin e Lucy Lucas nos papéis principais.

masterclass deu-se num pequeno pré-fabricado da ESMAE, uma faculdade do Porto onde partes do filme foram também gravadas. De persianas fechadas e cortinas cerradas, a pouca luz que entrava no pequeno local criava um ambiente muito intimista que possibilitou uma relação de companheirismo entra quem assistia e a equipa do filme. O humor e a boa-disposição permeou todo o tempo de conversa que permitiu conhecer um pouco mais desta produção que está a dar que falar por terras lusitanas.

O filme (*), conta a história de um americano e de uma francesa que se conhecem na cidade do Porto, mas fá-lo em três distintas épocas temporais, cujo salto é-nos dado através da utilização de diferentes películas. Uma delas é em 16mm, outra em 35mm, e outra delas em Super 8; fazendo lembrar a forma como, mais recentemente, Wes Anderson dividiu e explicou visualmente o seu filme Grand Budapest Hotel com diferentes aspect ratios. 

(*) O filme ecoa a obra seminal de Alain Resnais Hiroshima, Mon Amour, assim como alguns dos seus aspetos temáticos, pelo menos do que nos foi apresentado durante a masterclass. Só um ponto de referência a título de curiosidade.

Presente estava o realizador, Gabe Klinger, vencedor do prémio de documentário no festival de cinema de Veneza em 2013 pelo filme Double Play: James Benning and Richard Linklater. Falou de como o projeto na sua génese era algo mais experimental, não-narrativo, em que pretendia envolver toda a equipa de produção no processo criativo, quase criando uma obra improvisada e intemporal.

06A temporalidade é uma questão muito importante em Porto, Mon Amour. As personagens de Yelchin e Lucy Lucas envelhecem ao longo do filme, efeito conseguido graças ao trabalho dos maquilhadores. Aspetos interessantes deste processo envolvem a utilização de silicone pois sem ele só se conseguiria envelhecer credivelmente as personagens uns 15 anos, e estas parecem muito, muito mais velhas (Lucy Lucas vai dos 32 aos 80 anos) nos curtos clips que nos foram mostrados.

Sim! Mostraram-nos cenas gravadas no mercado do Bolhão, Anton Yelchin a passear maldisposto na avenida dos Aliados, uma cena de um take em sequência perfeitamente realizada e coreografada no café Costa Ceuta (reparei que um dos figurantes nessa cena é o beatboxer português Robinho, só como fun fact) e uma em São Bento.

Uma das vertentes peculiares de filmar no Porto é o facto de a cidade já ter sido fotografada de todas as formas e tamanhos, os seus monumentos e locais mais consagrados são facilmente reconhecíveis em todo o mundo devido ao grande número de turistas que todos os meses visita a Invicta. Rodrigo Areias, o produtor de Porto, Mon Amour, diz que apesar de algumas cenas do filme se passarem em locais de “bilhetes de postal”, tentaram filmá-los sem serem “bilhetes de postal”. Não posso dizer que senti isso nos clips que vi (a arquitetura da estação de São Bento está demasiado cravada na minha mente) mas só vou julgar quando vir o filme na íntegra.

Rodrigo Areias também enfatizou o facto de achar que os projetos de cinema devem ser abertos, com um processo passível de ser alterado durante o tempo que está em produção, um ideal que se conjugou com a vontade experimental de Klinger.

Por último, foi pena a pouca aderência à masterclass  numa faculdade em que residem alunos de cinema, música e teatro; um filme desta dimensão com uma produção portuguesa devia apelar a um maior interesse por parte de quem quer ter trabalho na área, principalmente pelos inúmeros detalhes e curiosidades do que aconteceu durante a rodagem e pelo first look a um filme que promete ser, pelo menos, inventivo e original.

Por aqui, espera-se apenas a data de estreia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s