Archer e a Danger Bone

Antes de qualquer polémica, só uma nota à animação terrífica de Archer. Parece que a FX aumentou o orçamento ao pessoal do computador porque esta temporada tem tido dos melhores tiroteios e sequências de ação da série, que já vai na sua sexta temporada. E no episódio da semana passada, Pocket Listings, a técnica destes artistas é reapropriada para um dos beijos mais quentes da televisão e uma das cenas de sexo mais descaradas que já vi escapar numa série de animação que não o crasso South Park.

A diferença é que este último é desenhado e animado com cartolina rudimentar que, embora colorida e sempre bem articulada, cria uma distância entre produto e espectador que normalmente acontece e até é costumário em séries animadas. Não é por acaso que os simpsons são amarelos, ou que Family Guy tem um cão antropomórfico que fala, etc.

Archer, por outro lado, é demasiado lifelike: as suas personagens estão a uma dimensão de serem homens e mulheres reais a contracenar. É complicado desligar da vivacidade e realismo (por mais exacerbado que seja) quando esta nos apresenta uma cena de sexo digna da mais proxeneta das cenas de sexo em Game of Thrones.

51

Em cima está uma captura de ecrã do badalado momento. Assim cortado até pode parecer algo casto para uma sociedade que é todos os dias assaltada com imagens sexuais quer direta ou indiretamente, mas é a naturalidade desafectada com que o episódio nos apresentou a situação que está a deixar alguns fóruns em algazarra. As double Ds de Lana mexem-se energicamente, há sons (algo cómicos) ilustradores do acto, a perspiração parece real e mesmo a posição torna a cena uma exploração clara dos limites entre pornografia e animação.

É claro que não acho que isto é pornografia e, aliás, não é a primeira nem certamente a última vez que Archer (a personagem) foi apanhada pela câmara a explorar os cantos recônditos do sexo feminino de forma flagrante e despreocupada (lembram-se da Framboise?), mas nunca num close-up tão longo, desnudo e explícito como em Pocket Listings.

No entanto, é de louvar a forma como Archer conjuga o seu lado mais malandro com os restantes ingredientes que fazem parte da receita da série. A violência, mais que o sexo, é uma constante. Homenagens a filmes de série B, gore desmedido e um sem número de membros cortados fazem tão parte do ADN de Archer quanto a sua veia mais carnal, mas parecem já ser tão habituais neste lado ocidental do planeta, dessensibilizado pelos media e violência da TV, que ninguém se queixa. Agora, mostrar um pouco de pele feminina já é de bradar aos céus pela indecência humana, e a inocência das suas crianças.

5151

Que se foda a decência. Aliás, acho que tal só pode, ou deve, ser clamado quando finalmente começarem a controlar a canalha a assistir aos programas/jogos que realmente deve assistir, já que a preocupação é tanta para resguardar a inocência completamente inexistente. É um padrão duplo que não me é totalmente incompreensível, mas sem dúvida revoltante. Pergunto-me se esta geração e todas as que se seguem perderão tempo com este tipo de questões supra-existenciais, ou aceitarão o estado das coisas como ele verdadeiramente é: sexo e violência pertencem ao ego humano; não lhe são de qualquer modo irreprimíveis.

O episódio em si é fantástico, e recomenda-se. Toda a série, para ser honesto; o maior pecado para além do carnal é não ver Archer na sua íntegra o mais rápido possível. A FX é a nova HBO e há 10 anos que anda a empurrar os limites do pressuposto pudor televisivo, no geral com sucesso.

A inocência está no passado portanto mais vale aproveitar a indecência enquanto esta está na bera.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s