Whiplash e o bom trabalho

Começamos a ouvir uma bateria. Suavemente, a batida cresce e, no seu fundo preto, o título do filme aparece. O filme acaba como começa, ao som da bateria.

A história, por sua vez, desenrola-se entre um promissor baterista (Miles Teller) e um violento mas talentoso professor (J.K. Simmons) que procura, a todo o custo, extrair o talento dos seus púlpitos.

Damien Chazelle, que realiza e escreve o filme, mostra dois lados. Primeiro, o argumento. Este, longe de uma originalidade indescritível, parece que é criado apenas para cumprir. Não digo isto pejorativamente, não, falo na falta de ambição em que se traduz comparado com a sua outra faceta, a realização. Isto é, o argumento, apesar de não apresentar nenhuma falha de grande destaque (exceptuando a falta de química entre o protagonista e a sua breve namorada), não arrisca o suficiente nem age em concordância com os restantes elementos do filme.

51515

No entanto, fora o nada arriscado argumento, todo o resto em Whiplash resulta. Miles Teller é incrível mas, como toda a gente já reparou mesmo sem ver o filme, J.K. Simmons foi ainda melhor. Numa palavra, perfeito. Por outro lado, ainda dentro da genialidade do filme, surge a banda sonora e a edição de som. Incrível, uma vez mais. A viagem a alguns dos grandes do jazz resulta, por si só, numa soundtrack digna de ouvir separadamente.

Por último, a verdadeira gema do filme – a realização. Chazelle brilha neste campo. Se esta fora a sua segunda longa-metragem realizada, pouco reparamos. A atenção ao detalhe, o cuidado com o movimento, a arte de manusear a lente, o cuidado com os planos e seus enquadramentos. Bravo!

Assim, Whiplash é um grande filme. Falta uma certa imponência para arriscar a ser chamado de genial e resulta de uma vontade incrível de Chazelle que quase não via o seu filme a ser feito caso não tivesse feito uma curta-metragem baseada no filme como prova da sua qualidade.

Artigo escrito por Bruno Guerra Cunha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s